Alaska
©

cds
19/08/14 · Reblog · 9220 Notes
Amo aquilo que acrescenta, alivia, ampara e faz sorrir. Detesto indelicadeza, agressão gratuita, deboche velado e quem deixa o ambiente pesado.
- Clarissa Corrêa.  (via carencias)
19/08/14 · Reblog · 13878 Notes
É claro que ninguém nunca vai ser como a gente espera. É claro que precisamos fechar um olho, fingir que não ouvimos determinadas coisas, deixar passar batido outras tantas. Se formos levar tudo ao pé da letra fica muito difícil manter uma amizade. Mas não dá para pisar em ovos o tempo inteiro, não dá pra encenar um papel a todo instante. Precisamos ser nós mesmos. Preciso manter minha naturalidade, não posso viver dando desculpas para sua falta de jeito ou para o meu excesso de sentimentalismo. Sim, eu sei que fico filosofando sobre as coisas e procuro pelo em ovo. Mas ultimamente ando mais simples, mais consciente. O que tiver que ser vai permanecer. É claro que todos os relacionamentos exigem esforço, precisam de um empurrão para funcionar. Mas não posso ser a única a fazer esforço. Dois têm mais força que um. Lembra disso.
- Clarissa Corrêa. (via carencias)
19/08/14 · Reblog · 6873 Notes
Quis voltar para onde tudo parou e tentar fazer de lá um novo começo. Um recomeço qualquer, mais bonito, diferente, sem os erros do passado. Mas percebi que inevitavelmente o tempo passa e as pessoas mudam e as lágrimas secam e você começa a se reerguer devagar. Então, sem tentar fazer força, você olha o que restou dos castelos que a onda levou. E percebe que está na hora de mudar de praia, de areia, de estrutura de castelo. E começar uma nova história. Do zero.
- Clarissa Corrêa. (via carencias)

top